Quinta-feira, 27 de Março de 2008

Memória Descritiva do Largo de Salvador

   Passamos a apresentar a memória descritiva do nosso projecto para o Largo de Salvador.      

   Nota: Esta memória poderá ainda sofrer pequenas alterações.

Largo de Salvador

Þ     Finalidade

Requalificação/Revitalização do espaço e reinserção de um novo fluxo populacional nesta área, ao nível habitacional, turistico-cultural, artístico, e a criação/fixação de uma nova vivacidade, quer a nível diurno quer a nível nocturno da região.
 
Þ     Requalificação do largo:
 
                                               1          Reestruturação a nível pavimentar, com a criação de dois patamares interligados por um lance de escadas, pretendendo-se calcetar toda a praça com pedra calcária branca, com o brasão de Torres Novas no patamar inferior em pedra calcária preta.
 
                                              2          Anular a rua nordeste, com vista a um aumento da praça, com a criação mais a sul um lance de escadas proporcionando acesso a nova praça.
 
                                               3          O plantio de dez novas árvores de médio porte, de folha persistente por toda a praça, bem como a colocação de candeeiros, rústicos e de oito novos bancos de jardim. Estes bancos terão uma forma paralelepipédica.
 
Þ     A nível da reinserção populacional do largo.
 
                                              1            Criação de café-livraria, com cerca de 300 m2. Local este onde será possível adquirir e/ou alugar livros, com a finalidade de atrair um novo público a esta zona e estimular a população para a importância da literatura, que se encontra bastante desvalorizada. Este estabelecimento terá ligação wireless a toda a praça, ligação esta, que terá como objectivo a fixação de um público tecnológico.
Pretende-se que seja um espaço Torrejano diferente, por excelência, onde apresentará como imagem de marca, além das já referidas, um serviço qualitativo de chá. Existirá também um palco que servirá como local de recitação de obras.  
 
                                              2            Criação de um centro de artes e ofícios. Este centro com aproximadamente 700 m2 que se situa entre as ruas, General António César de Correia Vasconcelos e travessa da cerca. Terá como objectivo incentivar a fixação de um público diverso (1ª;2ª e 3ª idade). Este centro funcionará como galeria, pretendendo-se que seja um edifício aberto ao público, envidraçado, no corredor central do edifício e nas zonas frontais para que assim se torne possível o visionamento pelos visitantes das artes e ofícios que estejam a ser realizados. O espaço será ocupado com, uma sala de literatura, onde seja possível, escrever obras, aprender a recitar entre outras. Uma sala de artes, onde exista a possibilidade de, não só, aprender, mas também, manusear artes como a pintura, o barro e a tecelagem. Uma sala de informática que torne possível adaptar a população às novas tecnologias. Uma sala de desporto, com vista a influenciar uma boa prática de desporto, quer através de danças, quer com o ensinamento da melhor forma de praticar desporto. Por fim uma ultima sala de arte fotográfica e urbana denominada por grafite, onde será possível a troca de ensinamentos e conhecimentos, tal como, a aprendizagem desta arte e o seu ensinamento adequado. Pretende-se assim atrair um conjunto de indivíduos de estilos diversificados. Sendo esta uma forma de criar um apoio cultural e inovador na nossa região, para os utentes e visitantes. Ambiciona-se a criação de emprego e atrair um novo turismo á nossa cidade.
 
                                              3            Tem como objectivo dar uma melhor garantia e qualidade de vida aos utentes que frequentarem este espaço.
 
Þ                                        Recuperação de infra-estruturas a nível habitacional, nomeadamente no largo do salvador nas ruas: Travessa da Cerca, Calçada de António Lopes, do salvador e General António César de Correia Vasconcelos. Nesta rua também se propõe a criação de uma residencial estudantil de forma a povoar a zona.
Considera-se esta recuperação habitacional, como essencial para a valorização e a vivencia deste quarteirão.
1.                É necessário informar/relembrar que o pólo académico CEPTON (Centro de Estudos Politécnicos de Torres Novas) ir-se-á instalar no edifício da antiga biblioteca municipal, que irá preencher uma grande parte da vivencia deste largo. Este projecto ajudará ainda a dinamizar o museu Carlos Reis que se encontra na rua do Salvador.
 
 
Þ                                        Pretende-se requalificar o átrio da igreja. Construir um jardim, com a limpeza das cinco árvores de médio porte. Também se pretende requalificar o cruzeiro da igreja para que seja um elemento turístico da região, fundamentando a sua posição para a visualização de uma paisagem da cidade de Torres Novas.
 
Þ                                        Em suma, este projecto pretende construir um novo espaço de lazer e convívio torrejano.
publicado por inovas às 17:28
link do post | comentar | favorito
|

.O Nosso Grupo

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts Recentes

. Despedida

. Poster do projecto

. Apresentação do Trabalho ...

. Relatório Final

. Balanço da Semana de 26-0...

. Balanço da Semana 19-05-2...

. Balanço da Semana 12-05-2...

. Balanço da Semana de 05-0...

. Balanço da Semana de 29-0...

. Balanço da Semana de 21-0...

.Arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.Links

blogs SAPO

.subscrever feeds